8 DICAS PARA VIAJAR SOZINHA COM MAIS SEGURANÇA

free - 8 DICAS PARA VIAJAR SOZINHA COM MAIS SEGURANÇA

Viajar sozinha é uma das melhores coisas que você pode fazer por você. Acredite em mim! Mas eu sei que a segurança é um assunto que nos preocupa, principalmente por vivermos num mundo ainda hostil para nós mulheres.

Veja mais em: Vá viajar sozinha!

Pensando nisso, resolvi listar 7 coisas que aprendi nas minha andanças e que você deve considerar para estar mais segura numa viagem solo.

Vamos lá?

1 – Esteja conectada

1 - 8 DICAS PARA VIAJAR SOZINHA COM MAIS SEGURANÇA

Sim, a internet ajuda muito na sua segurança!

O Google Maps e outros aplicativos te trazem confiança para que você não se perca e ache seu hotel com facilidade. Com ela também é possível ligar para alguém, resolver alguma pendência, acionar o seguro viagem e outras cositas mais.

Então tenha sempre internet no seu celular! Eu indico comprar os chips locais assim que chegar na cidade, para não ficar dependente da rede wi-fi, já que você não a encontra em todos os lugares.

2 – Escolha hotéis bem localizados

Shangri La Hotel Paris  - 8 DICAS PARA VIAJAR SOZINHA COM MAIS SEGURANÇA

E quando digo hotéis, incluo também hostels ou Airbnb. Procure sempre escolher hospedagens próximas à região turística ou região central da cidade que você está indo.

Isso porque é mais fácil de ter movimento de pessoas e assim, você estará mais segura. Principalmente nos horários que normalmente são mais desertos, quando você pode precisar sair de manhã bem cedo para pegar um voo ou chegar no meio da madrugada da balada.

3- Tenha a hospedagem reservada antes de ir para o destino

Lembre-se que você estará sozinha num lugar desconhecido, então sempre temos que nos precaver.

Mesmo que você queria fazer uma viagem mais solta, sem um roteiro esquematizado, pelo menos faça a reserva no dia anterior de ir para lá. É muito angustiante ficar procurando hospedagem com uma mochila nas costas e vendo que tudo está lotado e com o medo de ter que dormir na rua.

Eu já passei por isso e não recomendo. Era minha primeira viagem internacional e eu não sabia que precisava de visto para entrar na Sérvia. Acabei sendo obrigada a voltar para Sofia, na Bulgária, e como aquilo foi inesperado, todos os hostels estavam lotados.

No final, por cansaço e desespero resolvi pegar um quarto de hotel mesmo. Mas passei horas de muito medo.

BANNER EBOOK OFICIAL - 8 DICAS PARA VIAJAR SOZINHA COM MAIS SEGURANÇA

4 – Chegue nas cidades durante o dia

Se você estiver viajando no estilo mochileira, usando transporte público, evite chegar num destino novo a noite.

E se por acaso não tiver jeito, pegue um taxi para chegar na sua hospedagem. A gente não conhece o lugar e à noite tudo é mais perigoso. E acabamos sempre perdendo um tempinho pra nos encontrar quando saltamos de ônibus ou de metrô, sendo um dos momentos que a gente se mostra mais vulnerável para os outros.

Então, melhor se expor dessa forma à luz do dia, quando tudo está mais movimentado.

5 – Deixe sempre seu itinerário com um amigo ou familiar

woman on computer 1125x750 - 8 DICAS PARA VIAJAR SOZINHA COM MAIS SEGURANÇA

Viajar sozinha também deve ser um ato de responsabilidade. Sempre falo isso porque a gente precisa ter a consciência de que estamos sós, portanto o cuidado deve ser redobrado.

Deixe sempre que alguém saiba aonde você está. Nunca sabemos o que pode acontecer com a gente, então facilita muito se algum amigo ou parente souber.

Cópia de CATCH THE 2 - 8 DICAS PARA VIAJAR SOZINHA COM MAIS SEGURANÇA

Isso é bom também para quem quer viajar sozinha e tem que lidar com a falta de apoio dos familiares, pois quando você inclui ele nos seus planos, você os tranquiliza. Por isso, anote os dias que estará em cada lugar e se possível o endereço dos lugares que irá se hospedar e envie num e-mail para esse povo!

6 – Siga sua intuição

Sério, sem clichês. Ela já me tirou de algumas roubadas. Quando a gente está sozinha, estamos naturalmente mais atentas e conectadas com o nosso pensamento, então a intuição aflora mesmo.

Confie nela, não deixe passar. Se estiver andando por algum lugar e sentir que não deve seguir aquele caminho, ou se conheceu alguém mas algo te diz que vai dar ruim, acredite e mude a sua direção.

7 – Demonstre confiança

Eu já contei esse história uma vez nos stories do meu Instagram e isso serviu de lição para mim. Não me segue lá ainda? Como assim gente? Clica aqui para seguir!

Eu namorava um inglês que estava morando aqui no RJ por uns tempos. Ele era aquele gringo clássico: branco, de olhos bem azuis e cabelo loiro. Morava em Copacabana e andava super solto pela cidade toda. Nunca tinha sido assaltado. E infelizmente esse é um fato comum na minha cidade, principalmente com gringos.

Uma vez perguntei para ele se ele tinha algum segredo e ele me respondeu: eu ando com confiança, como se eu fosse local, mesmo que eu não tenha ideia de onde eu esteja. E não é que aquilo era verdade? Eu comecei a reparar que ele exalava confiança.

Portanto, amiga viajante, mesmo que você esteja um pouco perdida demonstre confiança. Os maus intencionados normalmente buscam os vulneráveis.

8 – Evite ficar bêbada

tmg article default mobile - 8 DICAS PARA VIAJAR SOZINHA COM MAIS SEGURANÇA

Esse é um ponto polêmico, porque eu sei que beber também é diversão e a gente viaja pra se divertir. Mas como eu disse lá em cima, temos que ter consciência que viajando sozinha, só podemos contar com uma pessoa: nós mesmas.

Então beba, mas saiba o seu limite, ou seja, não beba até o ponto de perder a noção, porque mesmo que você saia para a balada com um amigo que fez na viagem, a verdade é que não sabemos se podemos confiar totalmente nessa pessoa. Então, não exagere.

E se por acaso acontecer de beber além da conta (que acontece né?), se previna sempre saindo de “casa” com o seu telefone carregado, com um dinheiro para um taxi, com camisinha e com o endereço do seu hotel anotado num papel.

E você? Tem mais alguma dica para aumentar nossa segurança? Escreve aqui para mim pra gente trocar experiências.

Beijos,

Flavia Goulart

 

Autor: Flavia Goulart

Flavia Goulart é carioca e ama viajar. Hoje com 32 anos, segue o lema “trabalhar pra viajar”, já conheceu 26 países e assim vive feliz da vida!