SAN ANDRES: UM PARAÍSO CARIBENHO ACESSÍVEL

cover sa - SAN ANDRES: UM PARAÍSO CARIBENHO ACESSÍVEL

San Andres estava na minha lista de desejos há alguns anos e assim que surgiu a oportunidade, não pensei duas vezes. Primeiro porque é realmente um paraíso, com um mar que eu diria ter mais de 7 tons de azul e segundo, porque é barato.

Então senta que lá vem todas as dicas para você conhecer logo essa ilha caribenha!

 

hardcoverthickl 1983x2252 660x750 - SAN ANDRES: UM PARAÍSO CARIBENHO ACESSÍVELVocê já conhece meu livro digital TÔ INDO VIAJAR SOZINHA? Nele você vai encontrar muitas inspirações para tomar coragem e todas as dicas necessárias para se planejar para essa aventura!

Clica aqui para saber mais detalhes!

Sobre a ilha

San Andres é uma ilha super pequena, com apenas 26 quilômetros de extensão. Muita gente acha estranho quando olha no mapa, porque ela fica mais próxima da Nicarágua, do que da Colômbia, mas é de fato território colombiano.

A língua oficial é o espanhol, mas lá muitos locais falam a língua criolla, que é uma mistura de inglês com francês. Se você só tiver o portunhol, dá para se virar tranquilamente. E muitos deles também falam inglês.

Como chegar

Três companhias aéreas te levam a San Andres, mas não existem voos diretos do Brasil. Com a Avianca você fará conexão em Bogotá, com a Copa Airlines, conexão na cidade do Panamá e com a Latam você pode fazer conexões em Santiago, em Lima e em Bogotá.

Se você for conhecer outras cidades na Colômbia, uma dica é buscar a opção multidestinos na hora de cotar sua passagem, ou seja, entrando e saindo do país por cidades diferentes.

Ou então cote entrando e saindo pela mesma cidade e compre os voos internos separadamente buscando na companhia de baixo custo colombiana Viva Air Colombia.

Mesmo que você vá apenas para San Andres, pode buscar voos para Bogotá e comprar separado o trecho Bogotá x SA com a Viva Air. Compare os preços e veja se vale a pena comprar separado.

Só lembre que, fazendo isso, você precisa de um tempo de conexão maior, pois terá que despachar suas malas novamente em Bogotá, uma vez que você estará viajando com duas companhias diferentes.

Além disso, por ser uma cia low cost, a Viva Air tem bastante restrição de bagagem, então para despacho você pagará taxas e, a dimensão permitida para mala de mão grátis é ainda menor que nas cias brasileiras (40 x 35 x 25).

Outra observação importante sobre essa cia aérea é que é permitido até fazer o check-in no aeroporto, mas pagará taxa pela impressão do cartão de embarque. Mesmo que você faça o check-in online, arrume um lugar para imprimir o cartão (só aceitam impresso), pois no aeroporto você irá pagar 25 mil pesos (30 reais) por impressão.

Se você tiver num hotel, peça que eles imprimam para você, mas caso não consiga, vá em alguma loja de impressão ou agência de viagem que eles cobram 5 mil pesos (6 reais).

Quando ir

Como San Andres é uma ilha que fica no Caribe, devemos considerar duas coisas. Uma que o clima pode ficar instável em alguns momentos e outra que existe a época arriscada para furacões, que acontece de setembro a meados de novembro. 

Eu já fui ao Caribe duas vezes nessa época e em uma viagem só deu sol, e na outra fez sol todos os dias, exceto em um, que rolou uma tempestade pesada, mas que em nada prejudicou minha viagem.

A melhor época para visitar o destino é entre dezembro e maio, pois é a temporada seca. Em junho e julho ainda dá, mas podem rolar chuvas.

Agora já te dou uma notícia para te tranquilizar: não foque nem se desespere com a previsão do tempo.

IMG 4113 - SAN ANDRES: UM PARAÍSO CARIBENHO ACESSÍVEL
Praia da Johnny Cay

Eu acompanhei por duas semanas antes de ir e ela era desoladora! Nublado com possibilidade de chuva para todos os dias. Eu disse T-O-D-O-S!!! Dos 5 dias que passei na ilha, só choveu por 10 minutos no primeiro e no resto, sol, sol, sol! Glória a Deuxxx, como diria Cabo Daciolo!

Vacinas, vistos e seguro

Alguns países do Caribe exigem a vacina da febre amarela e na Colômbia não é diferente. Eles cobram mesmo. Inclusive, quando saí do Brasil, a própria cia aérea já me alertou. Então não dê mole e já emite o seu certificado internacional de vacinação!

Aproveita que o processo está muito mais fácil agora já que é possível emitir online. Clica nesse post do Instagram onde explico e aproveita e já me segue por lá!

IMG 4112 - SAN ANDRES: UM PARAÍSO CARIBENHO ACESSÍVEL

Brasileiros não precisam de visto para entrar na Colômbia e por ambos serem pertencentes do bloco do Mercosul, a carteira de identidade também é válida (menos de 10 anos de emissão e em bom estado)! E atenção pois não aceitam carteira de motorista. Eu levo sempre meu passaporte porque amo um carimbinho novo!

OBSERVAÇÃO IMPORTANTE: quem viaja pra Colômbia de Copa Airlines só vai conseguir embarcar se estiver portando passaporte válido. Isso porque como a conexão é no Panamá e lá brasileiro não entra de RG, eles exigem o passaporte. 

Para entrar na Ilha de San Andres, você terá que pagar uma taxa. É possível comprar esse cartão de turismo no check-in ou no portão de embarque dos aeroportos de Bogotá, Cartagena e Panamá.

Custa 112 mil pesos ou 130 reais. Lembre-se de guardar esse comprovante pois na saída da ilha ele também é exigido. Aliás, é obrigatório também possuir um bilhete aéreo emitido de saída da ilha e o máximo de tempo permitido para um turista ficar por lá é de 15 dias.

O seguro viagem não é obrigatório para entrar na Colômbia, mas se você já é meu leitor, já sabe que não dá para pensar em viajar sem seguro viagem, né?

Então aproveita e já garante o seu com a SEGUROS PROMO, buscadora de seguros parceira do blog com quem tenho um cupom de desconto de 5% para meus seguidores: WENEEDISTRAVEL5.

Só clicar nesse link para fazer! Assim você viaja tranquilo e também me ajuda a manter o blog sempre atualizado e cheio de informações para te ajudar na sua viagem!

Veja mais: SEGURO VIAGEM, POR QUE FAZER?

Que moeda levar?

Eu recomendo levar dólar e trocar por pesos colombianos lá. Comprar pesos no Brasil não é vantajoso, porque a cotação não é favorável.

Levar real para trocar lá é possível (aceitava em todas as casas de câmbio que fui, tanto em Bogotá, como em Cartagena e San Andres), porém a cotação é pior que a do dólar. É possível sacar dinheiro nos caixas automáticos do Bancolômbia.

Se você for fazer conexão em Cartagena ou Bogotá, já pode trocar uma parte nesses aeroportos e, se for visitar uma dessas cidades, melhor deixar pra trocar a maior parte nas casas de câmbio no centro, pois a cotação é melhor. Mas não achei a cotação do aeroporto de Bogotá ruim.

Agora preste atenção. Em San Andres eu tive dificuldade em achar casa de câmbio pela ilha. Me informaram que era possível trocar no Bancolômbia, mas quando fui lá eles disseram que não faziam. Aí vi umas pessoas na rua oferecendo câmbio em frente ao banco, mas desconfiei e resolvi não arriscar.

Entrei num hotel e pedi informações e a recepcionista me avisou que o melhor lugar pra trocar na ilha é no aeroporto. É a loja da Aerocâmbio que fica no andar do check-in. Tenha paciência porque eles pedem documento e um milhão de informações, além de te fazerem sujar o dedo carimbando sua digital. Socorro.

BANNER EBOOK OFICIAL - SAN ANDRES: UM PARAÍSO CARIBENHO ACESSÍVEL

Comprando chip local

Eu não vi stand de venda de chip de telefone em nenhum dos aeroportos. Comprei o meu no centro de Cartagena, pois foi minha primeira parada na Colômbia, mas em San Andres é fácil achar lojinhas vendendo ali no centro.

Tem placas da Movistar por todo canto ou busque por lojinhas oferecendo recarga. O preço vai variar de acordo com o pacote de dados. Eu paguei 25 mil pesos (30 reais) por 2 GB válidos por 15 dias da Claro.

O sinal da ilha não é tão bom quanto em Cartagena e em alguns lugares é bem fraco. Na praia do centro (Spratt Bight) tem uma wi-fi zone oferecida pelo governo, mas só pega bem em alguns pontos. No meu hotel a internet era bem fraca. Quem acompanhou minha viagem pelo Instagram viu minha dificuldade em subir os stories.

Onde se hospedar?

Primeiro devo falar que não dá para esperar luxo das hospedagens de San Andres. A ilha é bem simples, com estrutura ainda precária, tanto que só nos melhores hotéis que você encontra chuveiro com água quente.

Sobre a localização, eu recomendo ficar no centro, próximo à Spratt Bight ou na região da Muelle (píer). Ali você vai estar perto de tudo: dos restaurantes, das lojinhas, do aeroporto, dos aluguéis de carrinhos/motos e do píer, de onde saem os passeios de barco.

Eu me hospedei ao lado do aeroporto, em um prédio com vários apartamentos estilo apart-hotel. O serviço era ótimo, e escolhi porque tinha um preço muito bom. Porém, não vou recomendar pra vocês, porque a rua do hotel fica ao lado da rua/área mais perigosa da ilha. Dois anjos nos salvaram até descobrirmos isso. Risos.

Não li nada disso em nenhuma das resenhas sobre esse lugar. Aliás, escolhi ele justamente porque os outros com mesmo preço ou mais baratos em outras regiões, sempre tinha um comentário sobre a insegurança à noite.

Mesmo tendo me hospedado perto do centro, da praia e do aeroporto achei perigoso à noite. A rua do hotel não era perigosa, mas as ruas ao lado sim, e quando a gente não conhece o lugar, não sabe disso. Então para cortar caminho acabamos pegando essas ruas próximas e fomos avisados para evitar a área.

Fiz um mapinha explicativo para vocês abaixo mostrando onde fica essa região mais perigosa para vocês considerarem na hora de escolher onde se hospedar. Fique atento principalmente se vai alugar apartamentos, pois podemos acabar entrando em furada.

san andres - SAN ANDRES: UM PARAÍSO CARIBENHO ACESSÍVEL

Quando estava escolhendo o meu, vi várias opções que ficavam a 15/20 minutos de caminhada do centro/praia. De manhã, é tranquilo, mas a noite, quanto mais você se afasta, mais esquisito, escuro e vazio fica.

No mapa também marquei a boa região para buscar hospedagem e do aeroporto até ali você irá gastar em torno de 15 mil pesos (20 reais) de taxi.

Aqui indico algumas opções de hospedagens de preços mais em conta até medianos. Todas na localização que recomendo me hospedar na ilha.

Todos os links de hospedagem do blog são afiliados, ou seja, toda vez que você confirmar uma reserva através deles, você não paga nada mais por isso e eu recebo uma comissão. Assim, consigo manter o blog cheio de informações para te ajudar nas suas viagens. Obrigada!

Viajero San Andres Hostel

viajero - SAN ANDRES: UM PARAÍSO CARIBENHO ACESSÍVEL

Olas Del Caribe

olas - SAN ANDRES: UM PARAÍSO CARIBENHO ACESSÍVEL

Aqualina Inn

aqualina 1000x750 - SAN ANDRES: UM PARAÍSO CARIBENHO ACESSÍVEL

GHL Hotel Sunrise

ghl - SAN ANDRES: UM PARAÍSO CARIBENHO ACESSÍVEL

San Andres é seguro?

Como falei antes para vocês, tem a área que devemos evitar. Mas se você vai se hospedar no centro, próximo a praia, nem vai chegar perto dessa região. E ali na região central da ilha é super tranquilo e me senti muito segura.

Usei meu celular sem preocupações, deixei minhas coisas na areia e fui nadar no mar sem preocupações também. Na praia vi policiamento, inclusive. Duas seguidoras me disseram que foram assaltadas em San Andres e digo tudo isso para vocês, não para deixá-los neuróticos, mas sim alertá-los sobre essa realidade, já que não vi nenhuma informação sobre isso na internet.

O conselho que uma moradora me deu foi: sempre ande circundando a ilha, sem ir muito para as ruas de dentro. E de fato, não precisa, pois as atrações estão realmente nas extremidades da ilha.

Sobre a abordagem masculina, estava acompanhada de um amigo, então com certeza isso impediu algumas, mas notei olhares e levei umas cantadas discretas. Quando estava em Bogotá, e sozinha, notei bem mais. Mas é igual ao que já passamos na maioria das cidades brasileiras.

Quanto custa?

Eu achei tudo bem acessível, principalmente se você comparar com outros destinos do Caribe. Os preços dos voos internos da low cost colombiana são bons para San Andres (eu paguei 23 dólares no voo Cartagena x SA sem despachar mala), tem hospedagens com excelente custo benefício e você encontra várias opções de restaurantes em conta.

Um que eu amei foi o El Peruano, que fica em frente à praia de Spratt Bight, é super charmoso, a comida é muito gostosa e tem preços bem justos (um prato com frango e salada 25 mil pesos ou 30 reais, porção de fritas 6 mil pesos ou 8 reais, cerveja 8 mil pesos ou 9 reais).

Ali próximo ao hotel GHL Sunrise tem várias lanchonetes baratinhas.

A minha viagem incluiu Cartagena, San Andres e Bogotá, por 12 dias e gastei 4.800 reais, sendo metade (2.300 reais em passagens). Em Cartagena e SA me hospedei em quarto duplo privado e somente em Bogotá, que fiquei em dormitório de hostel. Então, se eu tivesse sozinha e tivesse me hospedado em hostel a viagem inteira, gastaria bem menos.

O que fazer e quantos dias ficar?

San Andres tem bastante coisa para fazer e eu recomendo que deixe pelo menos um dia inteiro para curtir uma prainha do centro, bem relaxado!

Recomendo de 5 a 6 dias para uma viagem bem tranquila, mas se você só tiver 4 dias, dá para ver quase todas as atrações.

Antes de começar a falar de tudo que tem pra fazer, quero falar sobre um assunto importante quando se trata de San Andres: as sapatilhas aquáticas. Precisa ou não precisa?

san andres sapatilhas - SAN ANDRES: UM PARAÍSO CARIBENHO ACESSÍVEL
Foto: Viaje na Viagem

Gente, eu não comprei! De fato em alguns lugares (no aquário e na ilha de Rocky Cay) eu tive que ter cuidado e observar aonde eu pisava, mas nada que estressasse ou me machucasse.

Se você tem o pé sensível, aconselho a comprar, até para você ficar mais livre e não se preocupar em onde está pisando. Aí te aconselho a comprar em uma lojinha do centro, que vai custar em torno de 15 mil pesos (20 reais). Porque senão, você vai ter que alugar em cada lugar que for, e eles cobram em torno de 5 mil a 10 mil pesos por aluguel.

Curtir a praia do centrinho (Spratt Bight)

Eu simplesmente amei essa praia! A água é calma, morna e tem aqueles 7 tons de azul lindos! Ela é relativamente grande, só que é dividida por uma pedra, então você pode escolher ficar em uma das partes. Eu sempre ficava do lado esquerdo da pedra (na posição de quem olha pro mar).

IMG 3136 375x500 - SAN ANDRES: UM PARAÍSO CARIBENHO ACESSÍVEL IMG 3157 376x500 - SAN ANDRES: UM PARAÍSO CARIBENHO ACESSÍVEL

Lá é possível alugar cadeiras e barracas e eu recomendo, porque o sol é forte! Se for alta temporada ou final de semana (incluindo sexta), chegue cedo, porque não tem muitas barracas disponíveis.

IMG 3893 - SAN ANDRES: UM PARAÍSO CARIBENHO ACESSÍVEL

Eles cobram 35 mil pesos (uns 40 reais), mas negocie, pois consegui por 20 mil pesos. É possível comprar bebidas também e se você quiser almoçar em um dos diversos restaurantes que tem ali na orla, é só avisar aos barraqueiros que eles guardam a barraca e as cadeiras até você voltar.

Johnny Cay

Essa é uma ilhota que fica bem em frente a praia do centro de San Andres, a 10 minutos de barco.

maxresdefault 1200x675 - SAN ANDRES: UM PARAÍSO CARIBENHO ACESSÍVEL
Foto internet

Pra chegar lá, você tem que ir para o píer (Muelle Casa de La Cultura) e pegar o passeio com os barqueiros, que custa em torno de 20 mil pesos (25 reais) pelo trajeto de ida e volta.

Você também pode negociar com eles o combo Johnny Cay e Acuario no mesmo dia, aí o valor pode chegar a 40 mil pesos. Você paga 8 mil pesos de taxa de preservação para entrar na ilha.

Chegue no máximo até 10:30 porque é quando tem mais movimento de lanchas. Depois desse horário pode ficar difícil de conseguir um passeio de grupo e você ter que alugar uma lancha privada, bem mais cara.

Eu acabei chegando depois e reservei direto com uma agência de turismo que fica um pouco mais à frente do píer dos barqueiros (logo depois do parque aquático). Me custou 50 mil pesos o passeio incluindo Johnny Cay + Manguezais + Acuario e achei que valeu à pena, porque os guias deram bastante informações e eram muito divertidos. A lancha que fiz o passeio se chamava The time of God se alguém se interessar.

A ilha é muito bonitinha e a água é impressionante de azul! Na chegada tem um tom de azul mais escuro, que me lembrou o mar de Santorini, na Grécia, mas na praia mesmo, é um azul turquesa super transparente.

IMG 3314 376x500 - SAN ANDRES: UM PARAÍSO CARIBENHO ACESSÍVEL

Só que fica bem cheia, e quanto mais cedo você chegar, menos muvuca na água e mais fácil para conseguir alugar uma barraca. Tem várias opções de lanchonete/restaurantes com preços justos. Um PF com peixe, salada, arroz e patacones (banana verde frita) custou 25 mil pesos (30 reais) e refrigerante na faixa dos 5 mil pesos (6 reais).

Infelizmente não dá para nadar em todos os pontos da ilha, porque em algumas partes têm pedras e há também a parte destinada para os barcos atracarem, já que não tem píer por lá.

IMG 3301 - SAN ANDRES: UM PARAÍSO CARIBENHO ACESSÍVEL
Parte da praia com algumas pedras
IMG 3326 - SAN ANDRES: UM PARAÍSO CARIBENHO ACESSÍVEL
Várias opções de restaurantes
IMG 3328 - SAN ANDRES: UM PARAÍSO CARIBENHO ACESSÍVEL
A ilha é cheia de coqueiros

Se você tiver tempo, aconselho a passar um dia inteiro em Johnny Cay, porque você vai conseguir pegar momentos vazios entre a chegada e a saída dos passeios.

Acuario

Esse foi o lugar disparado que eu mais gostei! Eu fiquei chocada com a cor da água na chegada ao banco de areia em que está localizado esse aquário natural. Foi o azul mais azul e transparente que já vi na minha vida. Maldivas que me aguarde!

E realmente é impressionante como San Andres tem diferentes tons de azul, um mais lindo que o outro! Ô lugar bonito, viu?

Para chegar lá é praticamente o mesmo processo de Johnny Cay. Você pode fechar com o barqueiro só para ir lá ou fazer o combo. Pode escolher também passar o dia, mas lá não tem a mesma estrutura que em Johnny. Você só vai encontrar vendendo bebidas e biscoitos.

Ao lado do banco de areia, tem uma ilhota chamada Haynes Cay, que dá para você chegar nadando/andando, e lá aparentava ter vários restaurantes, porém nenhum estava funcionando quando cheguei lá, por volta das 15h.

IMG 3452 1 375x500 - SAN ANDRES: UM PARAÍSO CARIBENHO ACESSÍVEL
Haynes Cay ao fundo
IMG 3478 375x500 - SAN ANDRES: UM PARAÍSO CARIBENHO ACESSÍVEL
Olha a cor da água do Acuario!

Fica lotado também, mas acabei dando sorte, pois a maioria dos passeios vai embora por volta das 16:30/17h e o nosso barco ficou até 17:30, então no final, acabamos ficando com o lugar só pra gente! O que você vai ver são vários guias/barqueiros jogando comida para os peixes que se aglomeram e aí você consegue ter contato com eles e tirar foto.

cd493664473eb1f1f345b87d4c7104d205279530.XL2  - SAN ANDRES: UM PARAÍSO CARIBENHO ACESSÍVEL
Foto internet

Mas se quiser curtir um cantinho mais na paz, é só fugir dessas aglomerações dos guias com comidas que tá tudo certo!

Lugar excelente para fazer snorkel, pois tem bastante vida marinha, inclusive arraias! Dá para alugar a máscara por 10 mil pesos (uns 13 reais). E acho imprescindível deixar os seus pertences num locker para você explorar tranquilo. Tente negociar, pois eles cobram 5 mil pesos pelo aluguel do armário, mas como eu e meu amigo alugamos máscaras, convencemos eles de liberar o locker de graça!

Haynes Cay

É a ilha que você acessa a partir do aquário. Ela é bem linda, porém mais rústica, com menos estrutura. Como disse antes, até vi restaurantes por lá, mas todos estavam fechados. Só é possível nadar no lado que dá vista para o banco de areia, pois no resto são pedras por toda parte.

IMG 3460 - SAN ANDRES: UM PARAÍSO CARIBENHO ACESSÍVEL

Volta de carrinho ou moto pela ilha

Bom, esse é um dos passeios mais clássicos de San Andres, porque como as atrações ficam espalhadas pela ilha, essa é uma forma prática e divertida de ver tudo.

São três as opções de transporte: o carrinho de golfe, que custa 100 mil pesos (120 reais) por 8 horas (geralmente de 10h às 18h mas você pode negociar para ficar um pouco mais), já com gasolina incluída e que consegue atingir 25 Km/h; o Kawazaki, conhecido como mulita, que é um carrinho mais rápido, por ter um motor mais potente, chegando a 45km/h, que custa 150 mil pesos (180 reais) com gasolina.

Eu vi carros de golfe com lugar para 2 pessoas e 4 pessoas. O meu tinha para 4 e pagamos 100 mil pesos. Nos Kawazaki sempre tem 4 lugares.

IMG 3585 - SAN ANDRES: UM PARAÍSO CARIBENHO ACESSÍVEL

O aluguel da moto é um pouco mais barato, em torno de 70 mil pesos (90 reais), porém eu acho que o carrinho é um experiência diferenciada e te protege do sol escaldante de San Andres.

Uma pergunta que me fizeram foi se em SA tinha ônibus para de deslocar pela ilha. Tem, mas eu acho complicado ficar dependendo dele para visitar alguma atração pois as linhas demoram a passar e você nunca sabe quanto tempo vai ficar esperando. Fora que muitas vezes o ponto de parada vai ser distante da atração que você deseja.

Então, eu não acho vantajoso nesse caso. Você só vai precisar se deslocar pela ilha no dia que for dar essa volta para ver as atrações, então aluga um carrinho que é a melhor forma.

Se você estiver sozinha pode tranquilamente alugar sozinha, sem perigo, mas se você não souber dirigir, já sabe: se hospede em hostel que você vai arrumar alguém para fazer esse passeio rapidinho!

Se você quiser passar o dia em alguma das atrações que estejam mais distantes do centro, como a praia de Rocky Cay ou San Luis, pegue um taxi que é bem mais fácil.

Meu roteiro foi: Rocky Cay -> Playa San Luis -> Hoyo Soplador -> La Piscinita -> West View.

Rocky Cay

É uma ilha super pequenininha que é famosa por ter um navio naufragado bem do lado. Ela fica em frente a uma parte da Playa San Luis (que é enorme) que é conhecida na verdade como Cocoplum e tem bastante estrutura.

IMG 3495 - SAN ANDRES: UM PARAÍSO CARIBENHO ACESSÍVEL

Você pode alugar cadeiras, comprar bebidas, almoçar e alugar um locker para quando for nadando até a ilha. Se você for até lá de carrinho, vão te cobrar o estacionamento de 5 mil pesos (6 reais) e às vezes eles oferecem a cadeira na praia de graça por conta disso. Os armários custam 7 mil pesos (8 reais).

Para chegar na ilhota de Rocky Cay, você deve ir andando/nadando por 15 minutos. É super tranquilo o trajeto e nas partes em que não dá pé, tem uma cordinha no mar para te ajudar. Na ilha em si não tem nada para fazer. O legal mesmo é a água super verdinha, quentinha e transparente. Na parte lateral dá para fazer snorkel.

IMG 4118 375x500 - SAN ANDRES: UM PARAÍSO CARIBENHO ACESSÍVEL

Se você tiver dias de sobra em San Andres, uma ótima ideia é passar um dia inteiro nessa praia. Sr você estiver hospedado no centro, é só pegar um taxi até lá ou pode alugar o carrinho/moto por mais um dia.

Playa de San Luis

Essa é uma praia bem comprida, que pega um bom pedaço da ilha e não é tão valorizada por ficar mais distante do centro.

Como expliquei para vocês, tem esse trecho dela conhecido como Cocoplum, mas tem várias outras partes em que ela é super vazia.

Quando você estiver dando a volta na ilha com o carrinho, vai perceber isso, então faça como eu, estacione e curta um pouquinho alguma parte deserta dela. E o melhor: como ela é extensa e em muitas partes vazia, não tem ninguém cobrando estacionamento. 

IMG 3581 e1558707916188 375x500 - SAN ANDRES: UM PARAÍSO CARIBENHO ACESSÍVEL
Estacionamos o carrinho nesse ponto e andamos até a parte da areia que não tinha quase ninguém! Foi uma delícia!
Hoyo Soplador

Nada mais é que uma fenda em uma pedra no mar, em que, quando a maré está alta, percorre o caminho por ela, “soprando! água num buraco, atingindo até 4 metros de altura.

Mas pelo que eu entendi, normalmente a maré está cheia para que isso aconteça, de manhã bem cedo, ou seja, quase ninguém que faz a tal parada durante o passeio com o carrinho consegue ver ele em ação.

Se você quiser muito ver, verifiquei os horários da maré e se programe para chegar lá com maré cheia. Você acaba tendo que pagar estacionamento (5 mil pesos – 6 reais) ou eles te oferecem a vaga grátis desde que você compre uma bebida local por 15 mil pesos (18 reais).

IMG 3608 - SAN ANDRES: UM PARAÍSO CARIBENHO ACESSÍVEL
Aqui começa a fenda onde entra a água
IMG 3601 - SAN ANDRES: UM PARAÍSO CARIBENHO ACESSÍVEL
A água então segue por esse caminho
IMG 4126 646x750 - SAN ANDRES: UM PARAÍSO CARIBENHO ACESSÍVEL
“Soprando” por esse buraco
La Piscinita

É uma piscina natural pois fica localizada em uma parte em que o mar é super calmo e tem uma encosta, então eles montaram uma estrutura com restaurante simples, algumas mesinhas e cadeiras e escada para você entrar na “piscina”.

O legal é que a água é muito azul e transparente e tem muitos peixinhos por lá. Você paga 4 mil pesos (5 reais) para entrar e eles te dão um pãozinho para você jogar para os peixes. Não pode entrar com bebida nem comida, mas eles guardam para você na entrada, caso você tenha algo na bolsa.

la piscinita - SAN ANDRES: UM PARAÍSO CARIBENHO ACESSÍVEL

Eu achei divertido pois dá para fazer snorkel (eles alugam por 15 mil pesos, 18 reais), e dar uns pulos de uma parte das pedras.

West View

Esse é um dos pontos mais famosos da ilha. O que faz sucesso por lá são o trampolim e o toboágua que deságua no mar, mas é bem parecido com a La Piscinita, pois também é uma piscina natural junto a encosta.

O valor da entrada é 5 mil pesos (6 reais) e você pode ir nas atrações quantas vezes quiser. Bate um medinho quando você sobe no trampolim, porque é bem alto e ele é instável né, mas respira fundo e pula que vai valer à pena! O toboágua foi o meu favorito! Fui umas 5 vezes.

IMG 3869 375x500 - SAN ANDRES: UM PARAÍSO CARIBENHO ACESSÍVEL

IMG 4128 358x500 - SAN ANDRES: UM PARAÍSO CARIBENHO ACESSÍVEL

Dentro da estrutura do “parque” tem bebidas e alguns lanches, mas se você quiser almoçar, deixe para ir no restaurante em frente, onde tem estacionamento grátis, banheiro e comidas com preços justos.

Parasail

Nada mais é que aquele paraquedas ligado por uma corda a um barco que vai navegando ali próximo ao aquário, onde o mar de San Andres fica impressionante de lindo.

Além de ser uma atividade super divertida (já fiz em Cancun), você tem uma vista indescritível lá de cima!

80a2131c 15b4 43e2 b00e 3d22e66f062a 1200x675 - SAN ANDRES: UM PARAÍSO CARIBENHO ACESSÍVEL
Foto linda da minha amiga Priscila Dantas, que fez esse passeio em abril de 2019. Olhem essa vista!

O preço é um pouquinho salgado (em torno de 60 dólares), mas pra quem nunca fez, super recomendo!

Espero que tenham gostado desse post super completo sobre essa ilha que me encantou e qualquer dúvida podem deixar aqui nos comentários.

Lá no meu Instagram tem destaques salvos de toda a minha viagem da Colômbia! Clica aqui para ver!

Beijos,

Flavia Goulart

BANNER Roteiros Personalizados - SAN ANDRES: UM PARAÍSO CARIBENHO ACESSÍVEL

Autor: Flavia Goulart

Flavia Goulart é carioca e ama viajar, principalmente sozinha. Desde nova sonhava em conhecer o mundo e transformou isso em um estilo de vida. Com 33 anos já conheceu 32 países e sua meta é continuar conhecendo lugares, culturas e pessoas.